Sexo Frágil

Home » Entrevistas » Sexo Frágil

“As mulheres também acumulam múltiplas tarefas, entre o trabalho fora e as obrigações com a casa e a família, que de certa forma as impedem de parar”, afirma o doutor neurocirurgião funcional Claudio Fernandes.

 

Para o programa “Bom Dia Gazeta”, a estudante Bruna Garbuglio entrevistou o neurocirurgião funcional Claudio Fernandes, especialista em dor. Segundo o doutor, os mecanismos biológicos e as influências emocionais são os principais motivos para a predominância das dores no sexo feminino.

O especialista, que tem mais de 30 anos de atuação, explica também que apesar de se expressarem mais em relação a dor, as mulheres seguem suas atividades e suas responsabilidades com mais naturalidade que os homens, que costumam esmorecer em frentes aos processos dolorosos.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

Comentar

Seu e-mail nunca é divulgado. Os campos obrigatórios são marcados com *