Sem surdez

Home » Entrevistas » Sem surdez

Intensidade de barulho nas comemorações pode trazer sérios danos à audição do torcedor.

 

Já é Copa e não há como fugir da animação das torcidas. Gritos, vuvuzelas e fogos de artifício são alguns dos recursos utilizados para vibrar cada conquista, mas o excesso de barulho pode, além de tirar o fôlego, prejudicar a audição da pessoa, podendo chegar à surdez.

Com o objetivo de não estragar a festa da torcida brasileira, a estudante Bruna Garbuglio conversou com o otorrinolaringologista Andy Vicente sobre como as pessoas expostas a ao barulho por um longo período pode se proteger e o tempo limite para não danificar a audição.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

 

Comentar

Seu e-mail nunca é divulgado. Os campos obrigatórios são marcados com *