Sede que mata!

Home » Entrevistas » Sede que mata!

Pesquisa revela que o teor de flúor da água está inadequado em muitos municípios paulistas.

 

De janeiro a maio de 2013, o Crosp, em parceria com a Faculdade de Odontologia de Piracicaba da Universidade Estadual de Campinas, coletou amostras e estudou os teores de flúor da água de 105 municípios paulistas e constatou que mais da metade das cidades analisadas estava com o teor da substância fora do padrão de potabilidade, colocando em risco a saúde da população.

Em entrevista para o programa “Bom Dia Gazeta”, o presidente Claudio Miyake, do Crosp, explicou os fatores pela irregularidade de fluoreto na água e até que ponto a população paulista pode estar correndo perigo.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

Comentar

Seu e-mail nunca é divulgado. Os campos obrigatórios são marcados com *