Faxina no Tricolor

Home » Esportes » Faxina no Tricolor

“O Carlos Miguel mudou muito depois que virou presidente. Ele era uma pessoa antes e, depois que virou presidente, ele começou a tomar umas atitudes que não dá para se aceitar. ”, afirma Roberto Natel.

 

Gil Guerreiro (a esquerda) e Aidar romperam relações nesta semana.

O São Paulo Futebol Clube vive um momento político conturbado após a briga entre o presidente Carlos Miguel Aidar e o ex-vice-presidente Ataíde Gil Guerreiro e, especialmente, com a revelação de possíveis irregularidades de Aidar em casos de transferência de jogadores.

Em entrevista para o programa “Disparada no Esporte”, a locutora Regiani Ritter e o estudante Breno Zonta conversaram com Roberto Natel, ex-vice-presidente social do SPFC na última gestão de Juvenal Juvêncio e conselheiro vitalício do clube, sobre a real situação política em que vive o clube, as razões para que ele acredite que Aidar deva renunciar o cargo, a atual situação do conselho deliberativo do Tricolor, os motivos pelos quais Gil Guerreiro decidiu não levar as provas de irregularidade de Aidar para a CPI do Futebol e até que ponto a crise interna pode afetar a torcida e a equipe. Por fim, Natel revelou se é verdade que Aidar e Guerreiro brigaram fisicamente.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.