Caso Serginho

Home » Esportes » Caso Serginho

Dez anos da trágica morte do atleta e que mudou radicalmente o futebol brasileiro.

 

Serginho, jogador do São Caetano, recebendo massagem cardíaca e respiração boca a boca após sofrer um mal súbito durante partida contra o São Paulo no Campeonato Brasileiro de 2004

Hoje, 27 de outubro, o futebol brasileiro completa 10 anos sem o zagueiro Serginho, que morreu, aos 30 anos, em campo durante uma partida entre São Paulo e São Caetano, no Morumbi.

A causa da morte foi uma parada cardiorrespiratória e, na época, o São Caetano foi punido pelo STJD por considerar que o clube sabia dos problemas cardíacos do atleta. O Azulão perdeu 24 pontos e acabou fora da briga pelo título e por uma vaga na Libertadores. Além disso, o presidente Nairo Ferreira de Souza e o médico Paulo Forte ficaram dois e quatro anos, respectivamente, sem poder exercer suas funções.

Para falar sobre um dos casos mais tristes do futebol brasileiro, o estudante Caio Alves conversou com o zagueiro Dininho – companheiro de Serginho na época e que presenciou o trágico ocorrido – sobre o fatídico dia e se ele tinha conhecimento do fato do jogador supostamente ter ciência dos seus problemas de saúde e ter ignorado por completo.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.