Arte na pele

Home » Entrevistas » Arte na pele

Levantamento vê problemas de higiene em estúdios de tatuagem em São Paulo.

 

De acordo com o levantamento, apenas 7% dos profissionais utilizam técnicas corretas para lavar as mãos antes e depois dos procedimentos e a minoria é imunizada contra hepatite B, apesar de saber dos riscos de contágio.

Pesquisa feita pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas mostra que a maioria dos estúdios de tatuagem em São Paulo não adota práticas adequadas de higiene. 

O trabalho acompanhou a rotina de 71 estabeleciomentos de todas as regiões da capital paulista. E além de monitorar os hábitos de higienização dos materiais e os cuidados durante o processo, o estudo também inclui questionário para avaliar o conhecimento dos profissionais sobre o risco de transmissão de doenças e métodos de prevenção.

Em entrevista para o programa “Bom Dia Gazeta”, a enfermeira Clementina Isihi, pesquisadora e autora da pesquisa, explicou as falhas observadas durante o estudo e os riscos à saúde que pode ocasionar, além de trazer algumas dicas aos ouvintes de como escolher um estúdio seguro.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.

 

Um comentário

  • ;

    ola gostaria de saber contato da enfermeira Clementina Isihi, pois tenho um trabalho voltado para concientização d eprofissionais da érea ew todas as informações que peço ao hospital emilio ribas e hospital das clinicas recebo retorno dizendo que não há setor respopopnsável pelo mesmo!

    grato desde já!

    P setembro 20, 2013 N 1:50 pm | Permalink

Comentar

Seu e-mail nunca é divulgado. Os campos obrigatórios são marcados com *

Acompanhe nossas redes sociais