Álcool no cérebro

Home » Entrevistas » Álcool no cérebro

Consumo excessivo pode comprometer raciocínio, fala, movimentos e memória.

 

Estudo desenvolvido por um neurocientista norte-americano revela que o consumo elevado de álcool pode encolher algumas regiões do cérebro.

O trabalho se apoiou em imagens de ressonância magnética de camundongos para melhor entender o papel da variabilidade genética nos danos cerebrais provocados pelo alcoolismo e apontar caminhos e estratégias mais eficazes de prevenção e tratamento, já que esse padrão de dano cerebral imita um aspecto único da patologia observada em alcóolatras humanos.

Em entrevista para o programa “Bom Dia Gazeta”, a estudante Bruna Garbuglio conversou com a radiologista Flavia Cevasco explicou como é medido o consumo crônico de álcool, se é verdade que a bebida alcóolica destrói neurônios e como é possível reverter o quadro.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.