34 anos sem Elis Regina

Home » Educação e Cultura » Variedades » 34 anos sem Elis Regina

“Eu hoje vejo Elis como pessoa!”, confessa o casperiano e produtor do programa “Vem Comigo”.

 

Apelidada carinhosamente por Vinícius de Moraes de Pimentinha, Elis Regina eternizou a música brasileira por sua voz, personalidade e presença de palco.
Caminhando por diversos gêneros durante a sua carreira, a cantora da MPB passou pela bossa nova, pelo samba, pelo rock e pelo jazz. Canções como “Madalena”, “Como Nossos Pais” e “O Bêbado e a Equilibrista” ficaram registradas para sempre na história da música.

No último dia 19 fez 34 anos que o Brasil perdeu a cantora e para falar um pouco da importância de Elis Regina, o locutor Gilles Sonsino e o casperiano Arthur Beltrame conversaram com o assistente de produção Gabriel Fabbri, do programa Vem Comigo, da TV Gazeta.

Graduado em Jornalismo e Rádio, TV e Internet pela Faculdade Cásper Líbero, Gabriel estagiou na rádio Gazeta AM e Elis Regina foi o tema do seu trabalho de conclusão de curso. Durante o bate-papo, o profissional falou sobre os motivos que o levaram a escrever sobre a artista em seu trabalho de conclusão de curso, a dificuldade que obteve para que seu pré-projeto fosse aprovado e se as impressões que ele tinha de Elis mudaram depois da apresentação do seu trabalho de graduação.

Ouça aqui!

Clique aqui e baixe o arquivo em mp3.